Última reunião do Conselho Administrativo Interino marcada pela reflexão

Atualizado: 3 de mai.


Créditos: Acervo BFB


Na sexta-feira, dia 29 de abril, aconteceu a última Reunião do Conselho Administrativo Interino do BIM Fórum Brasil. As decisões, pautas costumeiras das reuniões, deram lugar à reflexão, à avaliação do trabalho realizado pelo Conselho e Diretoria para fundar e estruturar a entidade.


O Conselho Interino foi constituído para viabilizar a estruturação inicial da entidade e de acordo com seu Estatuto possuia duração efêmera, perdurando o seu mandato até que os Colegiados e o Conselho Administrativo estivessem devidamente constituídos e pudessem tomar as devidas ações e decisões acerca da entidade. Fizeram parte do Conselho Interino os oito "especialistas BIM" que participaram do desenvolvimento da estratégia de disseminação do BIM no âmbito do Governo Federal: Alessandra Beine Lacerda, Arquiteta e Urbanista; Rafael Fernandes Teixeira, Engenheiro de Produção Civil e Engenheiro de Materiais; Eduardo Toledo Santos, Engenheiro Eletricista; Rogério Suzuki, Arquiteto e Urbanista, Gustavo Carezzato, Arquiteto e Urbanista; Sérgio Scheer, Engenheiro Civil; Humberto Farina, Engenheiro Civil; Wilton Silva Catelani, Engenheiro Civil.


Wilton Catelani pediu para cada um dos presentes olhar para o caminho percorrido e refletir sobre onde a Entidade se encontra, os patamares alcançados. “Inicio esta reflexão dizendo que embora por vezes tenha me sentido cansado, chego neste final de mandato satisfeito com o retorno que tenho recebido, de reconhecimento do nosso trabalho e da Entidade. Sentimento de esforço realizado na direção certa, contribuindo para o nascimento de uma entidade neutra e deixando este legado” disse Wilton.

“Foi uma jornada feliz, entregamos o BFB funcionando com êxito e prosseguirá com alguns dos membros que se elegeram para o próximo biênio, isso é importante. Foi um trabalho intenso mas prazeroso e olhando para trás o legado está posto. Fizemos parcerias importantes, conduzimos projetos estruturantes e atingimos a marca de quase 50 associados. Agradeço a oportunidade que me foi dada” disse Sérgio Scheer.


Gustavo Carezzato, eleito para o próximo biênio refletiu: “Soubemos trabalhar, de uma forma transparente e respeitosa, partindo de uma ideia e criando a realidade. Conseguimos chegar até aqui e espero que o BFB continue crescendo e se torne líder das ações que estão relacionadas ao BIM e à digitalização da Indústria da Construção. Foi uma honra ter dividido esta oportunidade com os demais, aprendi muito e agora conto com o apoio de vocês para continuar este trabalho”.


“Enxergamos a importância de termos no Brasil uma instituição que tivesse um olhar geral para nossa Indústria, que se preocupasse com o seu fortalecimento. Fiz parte desse grande time de líderes fortes enfrentando tempos difíceis, sabendo que haveria esta transição porque acreditamos no processo democrático, acreditamos que existe a necessidade da diversidade, da inclusão e da discordância, porque sem ela não mudamos o olhar, a pespectiva. Meu único pedido para a nova gestão é que mantivesse esse olhar sem discriminação, aceitando todos os pontos de vista e buscando o melhor caminho dadas as oportunidades e obstáculos que vão se apresentar naturalmente” ponderou Rafael Fernandes.


Eduardo Toledo, com a palavra: “Todos sabem que sou crítico e exigente e eu olho o BIM Fórum e fico satisfeito. O que explica boa parte do nosso êxito é o profissionalismo, o BFB não é amador, isso o diferencia de várias outras Entidades. Nossa missão era colocar a associação de pé, com bases para não sair dos trilhos e fizemos muito mais que isso. Foi uma caminhada, uma realização muito importante e que vai ficar, então estou muito satisfeito”.


Humberto Farina, também eleito para o próximo biênio disse: “Quero agradecer a oportunidade de contato com pessoas tão diferentes daquelas que eu tenho contato no meu dia a dia e que me trouxeram muita aprendizagem, evolução. Eu assisti a Entidade acontecer, funcionar graças a este grupo e foi um prazer enorme fazer parte disso. Nesta nova etapa vamos procurar preservar estes valores que foram aprendidos”.


“Me sinto satisfeito. Uma coisa é ter uma ideia e outra é ter algo concreto. Ao meu ver não poderíamos ter um resultado melhor. Saimos da inércia que é o mais difícil, agora temos o desafio de não deixar parar ou sair dos trilhos. Quero neste novo Conselho zelar pela qualidade e continuidade desta Entidade” finalizou Rogério Suzuki.


Ausente na reunião, a oitava Conselheira Interina, Alessandra Beine, deixa a seguinte mensagem: “Sempre digo que podemos fazer algo maior e melhor juntos, eu entendo que esse foi o objetivo de criar este Conselho Interino. E hoje enxergo que o grande feito do Bim Fórum nesse tempo foi conseguir unir forças não só de empresas, que hoje são associadas ao BFB, mas de Entidades que começaram a perceber a importância de convergir seus esforços para um fim. Convergindo, tornamos as ações mais fortes, pertinentes e implementáveis”.


Demais membros da Diretoria Executiva e do Comitê Científico e Técnico (CCT) presentes, Regina Ruschel, Coordenadora do CCT; Raquel Ribeiro, Diretora Executiva do BFB e Mayra Soares, Consultora na área de Conteúdo e na Secretaria Executiva, que permanecerão nos cargos atuais, foram ouvidas e agradeceram a condução e o trabalho dispendido pelos Conselheiros até aqui.


Os Conselheiros Interinos receberão os Eleitos para o próximo biênio no dia 05 de maio, às 9h, e assumirão importante papel no BFB, serão membros do Conselho Consultivo que, de acordo com o Estatuto, terá a seguinte missão: “O Conselho Consultivo se destina a orientar, auxiliar e apoiar o Conselho Administrativo do BFB, opinando, recomendando, sugerindo, acompanhando planos de ação, trazendo uma perspectiva externa e, desta forma, contribuindo para o alcance e alinhamento da missão da entidade”.