Andrade Gutierrez utiliza BIM em novo projeto de parque eólico

*As informações e conteúdos apresentados a seguir são de responsabilidade do associado e não necessariamente correspondem à opinião do BFB.

Créditos: Andrade Gutierrez


As obras da Andrade Gutierrez (AG) têm avançando com o uso do BIM. É o caso do novo parque eólico em construção na Bahia, com potência instalada de 423 MW e 94 aerogeradores Vestas de 4,5MW.


O BIM é utilizado no projeto executivo 3D das bases dos aerogeradores, que contempla o modelo digital de projeto de todas as posições de armação. Com o avanço do detalhamento, o projeto tem ganhado em otimização do aço utilizado e garantia de uma maior precisão na montagem.


O BIM também está sendo aplicado para a terraplenagem e na gestão de materiais de Civil e Elétrica, garantindo maior assertividade nos processos de compra e melhorando a comunicação entre as equipes, já que é possível integrar todas as informações em uma visualização única e simultânea. “A metodologia, somada à sólida base de Engenharia da AG, contribui para um salto de qualidade nos projetos executivos, maior confiabilidade na gestão dos materiais e segurança na gestão do escopo”, explica Gustavo Brito, Gerente de Implantação do BIM e Sistemas Digitais.


A Engenharia 4.0 tem sido aplicada em todos os projetos da AG. “Como resultado da estruturação e investimentos em processos, tecnologia e pessoas, temos o maior portfólio de aplicação de BIM no mercado nacional. No projeto do parque eólico, o uso do BIM desde a modelagem até a gestão da construção tem como objetivo garantir uma entrega de excelência e engenharia de ponta”, finaliza Guilherme Odaguiri, Superintendente de Excelência Operacional e Projetos Estratégicos.