top of page

BFB participa de evento sobre tendências na Construção Civil

Atualizado: 6 de jul. de 2023

Créditos: BFB


No último dia 04, a diretora executiva e o conselheiro administrativo do BIM Fórum Brasil (BFB), Raquel Ribeiro e Erik Santos, participaram do evento organizado pela TOTVS, que debateu as principais tendências dos mercados de construção e imobiliário. Na ocasião, a digitalização da indústria da construção civil, tendo o BIM como foco de mudança para o setor, foi um dos temas abordados, também com a participação de representantes da CBIC e da Abrainc.


Em sua apresentação, Raquel falou sobre os sinais de mudança do setor, trazendo os resultados do estudo técnico de foresight realizado com a CBIC e a pesquisa que foi capitaneada pelo BFB, em parceria com a ABDI, CONFEA e CAU-BR, que aponta o cenário de digitalização pela Engenharia e Arquitetura nacional.

Além dos dados da pesquisa, Raquel debateu sobre a responsabilidade das entidades do setor, que são importantes na promoção de conteúdo e de ações planejadas e coordenadas para modernização da Construção Civil do país. “Nós temos que ser protagonistas dessa mudança, e não reféns. Temos que planejar e pensar no futuro que queremos. Os empresários da Construção Civil precisam enxergar o BIM como uma inovação essencial não só para maior produtividade, como também necessária para o desenvolvimento dos negócios”, afirmou ela, mostrando gráficos de impacto no retorno de investimento, comprovando que a adoção do BIM tem alto potencial para promover bons resultados no orçamento, no planejamento e na execução de empreendimentos.


A executiva também falou sobre a importância da união de esforços para maior disseminação do BIM. “É através de ações estruturantes que surgem propostas que podem quebrar as barreiras para a construção industrializada. Isso precisa ser feito de forma coordenada, com a participação das empresas e entidades do setor”, destacou Raquel, lembrando que o Projeto Construa Brasil, do Governo Federal, nasceu, justamente, dessa colaboração e da apresentação do rol de necessidades de mudanças para o desenvolvimento da Construção Civil no Brasil.

Na sequência, Erik Santos apresentou a experiência no processo de implantação BIM na Andrade Gutierrez, onde atua como gerente de engenharia sênior, mostrando o passo a passo desta implantação e a evolução interna que vem ocorrendo desde então. Também reforçou as palavras de Raquel, frisando a necessidade do setor agir em conjunto, evitando lacunas no desenvolvimento da indústria como um todo. De acordo com ele, é preciso que todos os agentes adotem o BIM, do projetista, passando pelo responsável pelos projetos das diversas disciplinas, até o pessoal de execução da obra. “À medida que o mercado incorpora o BIM, impulsionamos a evolução do setor. No BIM Fórum Brasil, discutimos o que é preciso para que todos tenham maturidade para uso do BIM no dia a dia”, ressaltou ele.


No que diz respeito aos demais temas que fazem parte do debate sobre as tendências do setor, o presidente do conselho consultivo da CBIC, José Carlos Martins, citou a sustentabilidade como uma das principais pautas, acreditando que está tomando fôlego, com o uso cada vez mais frequente da energia renovável, de materiais com baixa emissão de carbono e de madeira, por exemplo. Sobre o uso da tecnologia na construção civil, apontou o BIM com uma perspectiva positiva, sendo uma ponte importante para que outras tecnologias sejam inseridas no setor. “O BIM é uma grande mudança para o setor”, afirmou ele.


Fechando os trabalhos, Renato Lomonaco, diretor da Abrainc, traçou o cenário econômico da construção civil, analisando a variação do PIB e a geração de empregos no setor, e mostrou os resultados dos indicadores Abrainc/FIPE relativos à compra, venda e lançamentos de imóveis, além de dados do INCC, inclusive explicando a nova estrutura de ponderação do índice por padrão construtivo.


Este foi o primeiro evento promovido pela TOTVS para o segmento da construção, dentro de um cronograma de outros encontros que serão realizados ao longo dos próximos meses.



Comments


bottom of page