BIM Fórum Brasil participa da reunião do Grupo de Trabalho de BIM da ABRAMAT

Atualizado: 9 de set. de 2021



Na segunda-feira (26), a convite da ABRAMAT, o BIM Fórum Brasil (BFB) esteve na reunião com associados da ABRAMAT, integrantes do Grupo de Trabalho de BIM. Somada a estes, convidada pelo BIM Fórum Brasil, esteve presente Miriam Addor, Sócia-Diretora da Addor & Associados.


A pauta iniciou com o Conselheiro Interino do BFB, e Diretor da IN Prediais, Humberto Farina explanando sobre o uso do BIM na perspectiva dos fornecedores de materiais, sistemas e subsistemas. Apresentou a experiência vivenciada na elaboração de bibliotecas da IN Prediais e mostrou o uso dos objetos na prática.


O Diretor do BFB, Professor Doutor da Poli USP e Coordenador da Comissão de Estudos Especiais da ABNT sobre Modelagem de Informação da Construção (CEE-134), Eduardo Toledo, apresentou a estratégia de desenvolvimento da norma, os aspectos e parâmetros gerais e os status das 18 partes previstas, sendo que 4 delas estão em processo de finalização, para publicação.


Miriam Addor, abordou o uso do BIM na concepção dos projetos e destacou a necessidade de definir os usos do BIM que o projetista fará ao utilizar um objeto BIM e que os objetos precisam passar por fase de refinamento para dar apoio a usos de desempenho, inserindo propriedades de materiais para apoiar a análise estrutural, térmica, simulações de custos e outros.

Na oportunidade, Miriam, apresentou o vídeo do YouTube “O que Open BIM pode fazer por você?” para mostrar de forma simples e didática as vantagens dos objetos BIM. Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=yHy4Dv3OM2o


O Presidente do BIM Fórum Brasil, Wilton Catelani fez a apresentação do BFB e no debate abordou a Classificação Relativa da complexidade dos objetos BIM. Análise do objeto quanto às informações inseridas de baixa complexidade, pontos de inserção e regras de inserção, quanto às informações de média complexidade, geometria e composição, e quanto às de alta complexidade, comportamento, parâmetros programáveis, quantidade de dados integrados e complexidade de dados internos.


Obteve-se grande participação e engajamento das empresas e entidades que compõem a ABRAMAT, demonstrando a relevância do tema para a indústria de materiais de construção.