top of page

BIM Macro Adoption Study: políticas públicas e estratégias baseadas em evidências


Crédito: Cassiano Cipolla


Durante o Rio Construção Summit, evento que ocorreu no Rio de Janeiro, na última semana, foi lançado o projeto “Macro Adoption – A Global BIM Study”, que tem como objetivo final auxiliar na formulação de políticas públicas de fomento ao BIM e na elaboração de estratégias e planos de difusão da metodologia, com base em dados de mais de 30 países.


O time que desenvolve esse projeto global é liderado pelo fundador da BIM Excellence Initiative, Bilal Succar, e integrado pelo professor da USP, Eduardo Toledo, que é fundador e conselheiro do BIM Fórum Brasil, além dos professores Mohamad Kassem (Newcastle University, UK) e Danny Murguia (Cambridge University, UK), e também por Cristiane Magalhães, da Firjan/Senai, todos doutores na temática do BIM.

“É um projeto global, abrangendo três tipos distintos de estudo, em dezenas de países. No primeiro, vamos coletar e analisar informações para avaliar o ambiente de políticas públicas e normalização dos países. O segundo é focado em educação e treinamento em BIM. Por fim, o último estudo visa levantar e analisar o nível de adoção de BIM nas empresas e como tem sido usado”, explica Toledo, acrescentando que a ideia é que, com os dados coletados, seja possível comparar os países, identificar as políticas mais efetivas e, posteriormente, produzir guias abrangentes para governos, empresas e universidades em todo o mundo.


A análise e comparação dos dados coletados permitirá este entendimento aprofundado sobre como o BIM está sendo integrado nas políticas públicas, na educação universitária e na prática empresarial de cada país. O projeto se baseia em mais de 10 anos de pesquisa contínua, com vários artigos revisados ​​e publicados.


Essa análise também contribuirá para uma transformação digital bem-sucedida, sendo um passo significativo em direção a um futuro eficiente para a indústria da construção, em escala global.

Cada tipo de estudo, em cada região, será conduzido por um coordenador. Nos estudos no Brasil, todos os coordenadores são ligados ao BIM Fórum Brasil: professor Sergio Scheer (fundador e conselheiro), professora Regina Ruschel (coordenadora do CCT) e Stefania Corrêa (representante da Alvarez & Marsal no BFB).


Mais informações sobre o “Macro Adoption – A Global BIM Study” podem ser encontradas no site https://macroadoption.com.

.




Commentaires


bottom of page