Conheça os Projetos do BFB e seu Impacto no Mercado Brasileiro

Atualizado: 4 de jul.


Créditos: Banco de imagens


O BIM Fórum Brasil (BFB) deseja unir esforços que visam estimular a adoção da Modelagem da Informação da Construção (BIM) no setor público e privado, otimizando os esforços e iniciativas, unindo lideranças. Entre seus objetivos está a estruturação de Grupos de Trabalho (GT’s) concentrados em temas estratégicos para o desenvolvimento de soluções que respondam aos desafios da incorporação do BIM no Brasil. Os GTs desenvolvem projetos que resultam em contribuições concretas para a indústria da construção e são formados por associados, parceiros e/ou convidados do BFB.


A consolidação de esforços e iniciativas do BFB está associada ao apoio direto da associação à Estratégia BIM BR, por meio do desenvolvimento de projetos. No ano de 2021, estes projetos foram discutidos pelo Conselho Administrativo (CA) Interino, inspirando e motivando a criação de quatro GTs, sendo que 3 estão em curso e um em proposição. Os GTs e projetos associados em curso são: (1) Proposição e estruturação do Chapter buildingSMART brasileiro; (2) BIM Fórum Explica e (3) Caracterização da difusão de tecnologias e práticas digitais no setor da construção brasileiro. Um quarto GT e projeto está em desenvolvimento, trata-se da elaboração de guias orientativos para contratos e editais de licitação que requerem BIM no projeto, construção ou na gestão do ativo construído.


O GT Proposição e estruturação do Chapter buildingSMART brasileiro tem como relator Gustavo Carezzato (Conselho Administrativo Interino e Graphisoft) e membros associados da Acca Software, AltoQI, Autodesk, CadBIM, Concremat, ConnectData, Construtivo, Coordenar, Exponent Engenharia, Mega e NossoBIM. O objetivo do projeto é estruturar o Chapter brasileiro da buildingSMART (BSI) para candidatura em 2022. O resultado esperado é instalar o Chapter e, assim, ampliar a representatividade brasileira em BIM a nível global, participar ativamente nos desenvolvimentos da BSI, divulgar as melhores práticas openBIM e contribuir para a qualificação da cadeia produtiva.


O GT BIM Fórum Explica tem como relator Eduardo Toledo (Conselho Administrativo Interino e USP) e membros associados da AIA Arquitetos, Alvarez & Marsal, Autodesk, Amanco, CadBIM, Concremat, Exponent Engenharia e NossoBIM. O objetivo do projeto é esclarecer conceitos da Modelagem da Informação da Construção incompreendidos pelo mercado brasileiro. O resultado esperado é divulgar uma série de vídeos curtos com os temas didaticamente apresentados. Estes temas compreendem BIM Mandates, BEPs, LoD, IFC, dimensões ou usos do BIM, gestão de custos e extração de quantidades.


O GT Caracterização da difusão de tecnologias e práticas digitais no setor da construção brasileiro tem como relatora Alessandra Lacerda (Conselho Administrativo Interino e CBIC). Neste momento realiza-se o chamamento entre os associados para sua composição. O objetivo do projeto é avaliar a maturidade digital do setor da construção brasileiro com especial ênfase em BIM por meio do método de survey. Deseja-se também maximizar a possibilidade de comparação com estudos semelhantes existentes na América Latina. Este projeto conta com a importante e estratégica parceria do CONFEA. O conhecimento gerado poderá servir de suporte para o desenho e execução de ações de intervenção orientadas sobre um cenário real brasileiro e promover e apoiar assertivamente o processo de transformação digital em geral e de BIM em específico no Brasil.


O GT Contratos e editais de licitação com BIM está em elaboração. O projeto busca esclarecer sobre o que incluir em contratos e licitações com requisitos associados ao BIM, para garantir entregas coerentes. O resultado esperado são guias orientativos.


Os GTs são coordenados pelo Comitê Científico e Técnico (CCT), cuja primeira gestão iniciou seus trabalhos em 03/2021. Inicialmente, a coordenação desenvolveu os fluxos de criação e aprovação dos GTs e os instrumentos para gestão e acompanhamento dos projetos. Em seguida instaurou a gestão dos GTs. Um GT e seu projeto podem ter origem no Conselho Administrativo, entre associados ou em parcerias. A proposta é desenvolvida e formulada por meio de um Project Model Canvas (PM Canvas), cujo delineamento é acompanhado pelo CCT. Uma vez finalizado o PM Canvas, a idealização do projeto é apresentada ao CA e feito um chamamento aos associados para composição do GT. O GT formado desenvolve um plano executivo que é aprovado pelo CA e assim dá-se início aos trabalhos. Um GT tem um relator com a função de coordenação dos trabalhos e um secretário com a função de manter o diálogo do GT com o CCT. O secretário do GT faz o acompanhamento da participação dos membros e a transposição das realizações do GT para um KANBAN de acompanhamento junto ao CCT. O CCT realiza reuniões mensais com os secretários dos GTs e participa a convite de reuniões de tomada de decisão. O CCT estimula a divulgação dos resultados e compartilhamento de conhecimento gerado para toda a associação. Espera-se com este fluxo e instrumentos fazer o registro formal das ações do BFB, estimular a disseminação do conhecimento em BIM e viabilizar entregas concretas de resultados e contribuições para a comunidade como um todo.


Este primeiro ano ratifica a vocação do BFB em unir lideranças e empresas de diversos segmentos para apoiar concretamente a estruturação e disseminação do BIM no Brasil.



Artigo por:




Regina Ruschel






Fernanda Machado