Educação e Capacitação de Profissionais no Projeto Construa Brasil


Créditos: Acervo BFB


No dia 03 de maio, o BIM Fórum Brasil promoveu um evento sobre o Projeto Construa Brasil do Governo Federal, debatendo os desdobramentos da Estratégia BIM BR na área da Educação e Capacitação de Profissionais e os produtos desta iniciativa liderada pelo Ministério da Economia. Foram convidados palestrantes relacionados ao tema: Adriana Arruda Pessoa, Coordenadora do projeto pelo Ministério da Economia; Rodrigo Koerich, Coordenador técnico do projeto pela RECEPETI, Wilton Catelani, Presidente do BFB e líder do desenvolvimento do EAD Capacitação BIM, do Projeto Construa Brasil; Sérgio Leusin, líder do Mapeamento e Análise dos Macroprocessos Internos dos Órgãos Pilotos da Estratégia BIM BR, do Projeto Construa Brasil; Max Lira Veras Xavier de Andrade, Coordenador da Célula BIM UFPE. A moderação ficou a cargo do Conselheiro do BFB, Eduardo Toledo.


Adriana Arruda Pessoa falou sobre as metas do Projeto Construa Brasil com vistas à desburocratização, digitalização e industrialização. Mostrou uma visão geral das 4 metas relacionadas ao BIM: 3) Difundir o BIM e seus benefícios; 4) Apoiar ações de estruturação do setor público para a adoção do BIM; 5) Criar condições favoráveis para investimento público e privado em BIM; 7) Estimular o desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias relacionadas ao BIM.


Max Lira Veras Xavier de Andrade apresentou o trabalho desenvolvido pelas Células BIM dentro da meta 7. O Projeto Construa Brasil propõe uma estratégia para o desenvolvimento de um Plano de Implantação BIM (PIB) para cursos de graduação. A estratégia incorpora as diretrizes para formação, planejamento e ação das Células BIM. O PIB é resultado da atividade de planejamento da Célula BIM a ser implantada. O primeiro resultado desta meta é a implantação da Célula BIM, foram citadas as Células BIM da UFPR e da UFPE. O segundo resultado é a definição do Plano de Implementação BIM, genérico, que sirva para todas as instituições de ensino. O terceiro resultado é o Portal Acadêmico que tem como objetivo disponibilizar conteúdos relacionados à Modelagem da Informação da Construção (BIM) que auxiliem professores universitários, de escolas técnicas e de capacitação no desenvolvimento de planos de implantação e disciplinas. Também se objetiva que alunos e profissionais que desejam construir competência em BIM aqui encontrem suporte neste esforço. Acesse aqui.


Wilton Catelani explorou sua participação na meta 4, submeta 4.3 “Capacitação em BIM de Gestores e servidores públicos”, dividida em 5 módulos e suas partes: 1) Conceituação Básica de BIM (16h) - Parte 1 Conceitos, Parte 2 Fundamentos, Parte 3 Mandatos e Referências Técnicas, Parte 4 BIM e Mercado; 2) Fluxos de Trabalho BIM (16h) - Parte 1 Contratos e Fluxos de Trabalho, Parte 2 Entregáveis BIM, Parte 3 Interoperabilidade e Open BIM; 3) Noções de Implantação BIM (16h) - Parte 1 Fundamentos da Implantação BIM, Parte 2 Pessoas, Usos e Projetos Pilotos, Parte 3 Informações, infraestrutura e maturidade BIM; 4) Integração e Interoperabilidade BIM (16h) - Parte 1 Tecnologias correlatas ao BIM e integrações, Parte 2 Padrões de codificações de informações, Parte 3 Templates e softwares BIM, Parte 4 CDE- Ambiente comum de dados; 5) Projeto, Orçamento, Planejamento e Contratos de Construção – Parte 1 Projetos, Parte 2 Orçamentos e Planejamento, Parte 3 Contratações e Responsabilidades, Parte 4 Tendências Contratuais. Acesse gratuitamente o Curso na Escola Virtual.Gov – EV.G. Servidores públicos de qualquer esfera e poder, bem como cidadãos em geral estão autorizados a realizar o curso.


Sérgio Leusin trouxe dentro da meta 4, a submeta 4.1 Diagnóstico, Mapeamento e Proposição de Melhorias do Processo BIM. O estudo, iniciado em 03/2020 e entregue em 02/2021, foi feito em 5 organizações: Diretoria de Obras Militares (DOM), Diretoria de Projetos de Engenharia (DPE), Diretoria de Obras Civis da Marinha do Brasil (DOCM), Centro de Estudos e Projetos de Engenharia da Aeronáutica (CEPE) e Secretaria de Aviação Civil (SAC). Constituiu nas etapas de Levantamento Preliminar, Diagnóstico, Mapeamento do Processo, Consolidação e Proposições. Apresentada a Metodologia e o resultado encontrado da Maturidade BIM nas organizações. A ferramenta utilizada (planilha), foi uma solução simples e efetiva, disponibilizada para download no Portal do Construa Brasil. Acesse o Portal.


Na sequência transcorreu o debate com a mediação de Eduardo Toledo que também chamou Rodrigo Koerich para se juntar ao grupo. Dentre as questões levantadas no debate, foi muito discutida a continuidade do Projeto Construa Brasil.


Para assistir na íntegra o Evento acesse o Canal do YouTube do BIM Fórum Brasil: https://lnkd.in/d3jFui3


Sobre o Projeto Construa Brasil:

O Construa Brasil foi criado no âmbito do Termo de Colaboração estabelecido entre o Ministério da Economia e a Rede Catarinense de Inovação (Recepeti), por instrumento do Edital 03/2019 do referido ministério. Por meio do Construa Brasil, o Governo Federal pretende melhorar o ambiente de negócio do setor da construção, retirando barreiras atuais e incentivando as empresas à modernização. As metas estabelecidas estão relacionadas à convergência dos Códigos de Obras e Edificações, melhoria do processo de concessão de alvará para construção, difusão do Building Information Modeling (BIM) no Brasil (desdobramentos da Estratégia BIM BR), incentivo à coordenação modular e à construção industrializada.