Experiência de Adoção do BIM no Plano Geral de Drenagem de Lisboa

Atualizado: 9 de set.


Créditos: Acervo BFB


No dia 3 de agosto, o BIM Fórum Brasil promoveu um evento conjunto com sua associada Autodesk, sobre a experiência de adoção do BIM para gerenciamento e fiscalização do Plano Geral de Drenagem da cidade de Lisboa. Foram expostos os objetivos e benefícios da Câmara Municipal da capital de Portugal, os desafios na contratação dos projetos e os resultados alcançados com o emprego de tecnologias Autodesk e fluxo openBIM nos processos de gestão. O painelista convidado, o Engenheiro Civil e Coordenador BIM na Câmara Municipal de Lisboa, Tiago Andrade Gomes, esteve ao lado dos debatedores, especialistas da Autodesk: Fernanda Machado, Sr. Technical Sales Specialist and Sustainability Leader e Pedro Soeth, Brazil Technical Sales Manager. A moderação ficou a cargo do Vice-presidente do BFB, Humberto Farina.


Humberto Farina fez as apresentações dos convidados e pontuou sobre a relevância do tema, por abordar parte da estrutura das cidades que por vezes apresenta problemas. Em seguida passou a palavra aos especialistas da Autodesk para breve introdução ao assunto.


“Os problemas de drenagem afetam o dia a dia das pessoas, o funcionamento da cidade e hoje em dia é um dos gargalos da maioria das cidades do mundo, devido a uma série de problemas e problemáticas que foram se acumulando nos anos em que a cidade foi crescendo e se estabilizando. A utilização do BIM e de tecnologias que permitam melhores análises e condições para entendimento da cidade, traz benefícios reais para a solução destes problemas” disse Pedro Soethe. Completou informando que o case de Lisboa é muito válido para a realidade do Brasil, em vista da topografia e outras similaridades.


Fernanda Machado apresentou a agenda do Webinar: Enquadramento do Plano Geral de Drenagem de Lisboa, Plano de Execução BIM e Desenvolvimento, Conclusões do Processo. Aproveitou para informar sobre o novo projeto da Autodesk: os Meetups de Smart Cities. O projeto trará bimestralmente cases para o entendimento de como hoje os agentes da administração pública, não só no Brasil mas também na América Latina, têm empregado o BIM em seus processos. Para o primeiro webinar convidaram o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC), autarquia da Prefeitura Municipal de Curitiba. As inscrições estão disponíveis em: https://www.autodesk.com.br/webinars/aec/case-curitiba.


Tiago Andrade apresentou as causas do ‘problema das águas’ em Lisboa e no mundo: topografia, crescimento das cidades, canalização, impermeabilização, alterações climáticas. Dentre as soluções que fazem parte do Plano Geral de Drenagem de Lisboa – PGDL, mostrou duas importantes obras – dois grandes Túneis de Drenagem que atravessam a cidade coletando as águas pluviais, conduzindo para pontos de represamento e tratamento das águas para reuso. Entenda todo o processo assistindo o Webinar: https://www.youtube.com/watch?v=oHScyF7peIE



O BIM no Projeto foi planejado para atender não só a etapa de construção, mas também de operação e manutenção, pensando na longevidade das estruturas de drenagem. Estes fatores somados à otimização de soluções, planejamento, monitoramento e controle, fez com que a adoção da Modelagem da Informação da Construção fosse essencial neste projeto. Tiago abordou o processo de licitação da obra, a produção do PEB (Plano de Execução BIM) e foi questionado pelos debatedores sobre os Níveis de Desenvolvimento dos objetos contemplados no empreendimento. Por fim, o coordenador apresentou o fluxo de informação do projeto, utilizando o Ambiente Comum de Dados (CDE) Autodesk Construction Cloud para o desenvolvimento e gestão, tendo em vista garantir a qualidade dos entregáveis e o sucesso integral do PGDL.


O debate aconteceu na sequência, com interessantes questionamentos sobre o tema, podendo seus desdobramentos serem conferidos no Canal do YouTube do BIM Fórum Brasil: https://www.youtube.com/watch?v=oHScyF7peIE