top of page

Guias de Contração BIM: terceiro volume aborda o papel do BIM nos processos licitatórios

Atualizado: 17 de nov. de 2023


Crédito: Divulgação


Na tarde do último dia 14, o BIM Fórum Brasil fez o lançamento do terceiro volume dos Guias de Contratação BIM. O evento online marcou a entrega final da trilogia de publicações, que abrangem desde os fundamentos iniciais do BIM até as últimas inovações contratuais trazidas pela NLLC – Nova Lei de Licitações e Contratos, agora com foco específico nos processos licitatórios. O propósito principal é fornecer orientações claras sobre os procedimentos envolvendo as licitações e os contratos em BIM, visando aprimorar e direcionar o mercado para práticas mais eficientes.

Para as considerações iniciais, Rodrigo Koerich, presidente do BFB, expressou a alegria pela entrega dos guias, reiterando o compromisso da entidade em gerar valor aos associados e ao mercado, destacando a importância das publicações para orientar o setor, assegurando clareza nas entregas de projetos BIM. Na sequência, Leonardo Santana, analista de produtividade e inovação da Unidade de Transformação Digital da ABDI, entidade correalizadora dos Guias, falou da satisfação de fazer parte da iniciativa e ressaltou como as publicações contribuirão para o setor público e privado, enriquecendo o conhecimento sobre BIM e impactando as contratações em obras públicas.

O conteúdo do terceiro volume foi apresentado por Sérgio Leusin, sócio-gerente da GDP, responsável pelo texto técnico da publicação, que começou destacando a interligação das três edições e explicou que o novo Guia trata das aquisições públicas, baseando-se na Nova Lei de Licitações e Contratos Administrativos, mostrando a influência de BIM em cada etapa do processo licitatório.

Finalizada a apresentação do conteúdo do Guia, Bianca de Miranda, do SENAI-DF, moderou um breve debate, iniciando com Emmanuelle Freitas, especialista em BIM na Manserv/Petrobras, que ressaltou a contribuição dos Guias BIM nos processos da estatal, enfatizando que a utilização dos Guias promove alinhamento com as melhores práticas de mercado e impulsiona a cultura de inovação na empresa.

Depois, foi a vez de Cleiton Rocha de Matos, auditor federal de controle externo no TCU, trazer à discussão o papel de BIM no controle externo do tribunal. Ele evidenciou a discrepância na maturidade BIM no Brasil, apontando uma concentração de empresas tecnologicamente avançadas no Sudeste, por exemplo, em comparação com uma menor prevalência no Nordeste, refletindo a diversidade na aplicação dessa metodologia. Além disso, destacou que o assunto BIM no TCU vem sendo tratado de forma pontual. “Muitos projetos auditados ainda não adota BIM, devido à baixa maturidade e diversidade de sua aplicação, especialmente em relação à documentação técnica. A qualificação técnica em BIM também é um obstáculo a ser superado”, disse ele, acrescentando que o Tribunal vem formando um conjunto de decisões que vão trazer uma jurisprudência neste sentido.

O mediador do evento, Ricardo Ferreira, conselheiro do BFB e coordenador do Grupo de Trabalho responsável pela concepção dos Guias, encerrou agradecendo a presença de todos e reiterando a importância dos processos licitatórios seguirem as recomendações que a série de Normas ISO 19.650 traz. Também fez a convocação para a consulta aos guias pelos entes públicos e privados. “Os Guias estão disponíveis para download no site do BIM Fórum Brasil. É um material que, certamente, permite se fazer boas licitações e contratos”, concluiu.

O webinar sublinhou a importância de BIM na evolução do setor, além de evidenciar a necessidade contínua de adaptação e desenvolvimento de práticas mais eficientes para impulsionar o mercado de construção.

Para acessar a íntegra do webinar, acesse aqui.

Para fazer o download dos 3 volumes da coletânea, acesse o site do BFB. Clique aqui




Comments


bottom of page