top of page

Vertin avança com implementação do Open Space nos negócios

Atualizado: há 3 dias

As informações contidas nesta reportagem são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do BIM Fórum Brasil.


Câmera 360° acoplada ao capacete / Crédito Divulgação Andrade Gutierrez



A Vertin, uma joint venture da Consag, empresa do Grupo Andrade Gutierrez, com a CA3M, avança na Engenharia 4.0 com a implementação do Open Space, plataforma de Captura da Realidade e Gestão da Construção que acompanha todo o progresso das obras.


O Open Space se destaca como um líder global de captura de imagens em 360° nos canteiros de obras e traz uma análise impulsionada por Inteligência Artificial (IA) de visão computacional e machine learning. As câmeras são acopladas nos capacetes dos colaboradores, registrando todo o percurso realizado no projeto.

Posteriormente, as imagens são processadas na plataforma, o que possibilita um registro detalhado, permitindo a comparação instantânea entre capturas feitas em diferentes datas do período de execução e, até mesmo, entre a realidade física da obra e o modelo digital de projeto. 


Comparação entre capturas feitas em diferentes datas do período de execução



Comparação entre a realidade física da obra e o modelo digital de projeto


Por meio da tecnologia, a empresa consegue ter uma visão mais abrangente e precisa dos canteiros de obras, documentar o progresso do projeto, melhorar a comunicação entre as equipes e unificar as informações, levando mais transparência e eficiência para o setor de construção. 


Depois de um tempo de estudo e planejamento por parte das equipes de Building Information Modeling (BIM), a Vertin fez a nova implantação junto com o apoio do time de especialistas da Andrade Gutierrez. 


“A equipe da AG nos ajudou a selecionar as ferramentas mais adequadas para a implantação do BIM em nosso projeto. O Open Space viabiliza o armazenamento de registros diários, contemplando toda obra e com uma usabilidade incrível. A possibilidade de comparar a imagem do campo, lado a lado, com o projeto final, permite a antecipação de eventuais inconsistências e estimula a visão de terminalidade das nossas equipes”, finaliza Bruno Maurelli, gerente na Vertin.


Fonte: Andrade Gutierrez


Comentários


bottom of page