top of page

Nova Lei de Licitações deve aproximar as construtoras das seguradoras de forma colaborativa

Atualizado: 20 de jul. de 2023

Créditos: BF


Na tarde da última quinta-feira (13.07), o BIM Fórum Brasil realizou mais um webinar exclusivo para associados, trazendo como convidado o especialista em gerenciamento de risco da Tokio Marine, Rogério Jacobsen. Na pauta, sob mediação de Humberto Farina, vice-presidente e conselheiro administrativo do BFB, a abordagem foi como a nova Lei de Licitações vai impactar o setor de construção civil e o de seguros, no que diz respeito ao seguro-garantia. Começando sua apresentação, Jacobsen explicou o contexto da lei e apontou os desafios que vem pela frente, uma vez que passa a ser recomendado o uso do BIM nos projetos de obras públicas e há mudanças no contexto do seguro-garantia. “Com o uso do BIM, a tendência é que se crie uma relação colaborativa entre a construtora e a seguradora. E o desafio é esse, mudar o paradigma, ter uma relação de confiança e trabalhar juntos”, afirmou ele. Essa parceria tem a ver com o acesso às informações do projeto de obra, facilitando o gerenciamento de risco por parte da seguradora. “É uma via de mão dupla. A construtora disponibiliza dados relativos aos processos mais críticos e a elementos de relevância, para que a seguradora possa fazer uma análise de risco precisa”, explicou Jacobsen. Farina frisou que é imprescindível que as construtoras avancem em seus processos, usando tecnologia e o BIM, elaborando pré-projetos, estudos e capturando dados mais compartilhados e integrados a modelos. “Não basta fazer um projeto de arquitetura, criar o melhor projeto. Se tiver informação de qualidade sobre a obra, com BIM, a seguradora analisa melhor o impacto e a probabilidade de cada risco”, concluiu ele.

Comments


bottom of page