O BIM apoiando os desafios da Pandemia

Atualizado: 4 de jul.


Créditos: Acervo SOEA


O presidente do BIM Fórum Brasil, Wilton Catelani, participou da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia – SOEA CONNECT, realização CONFEA, CREA-GO e Mútua, que aconteceu nos dias 15, 16 e 17 de setembro de 2021. Os vídeos das palestras foram disponibilizados no canal do YouTube Confea Crea. As palestras abordaram em diferentes aspectos, a realidade destes setores na Pandemia e trouxeram importante reflexão sobre o tema “A Pandemia: aprendizados e desafios para a Engenharia, a Agronomia e as Geociências”.


Destacamos o Painel “O Impacto da Pandemia na Agenda 2030 e o BIM como Ferramenta de Apoio no Âmbito da Engenharia, Agronomia e Geociências”, do dia 17, que reuniu as apresentações do presidente do BIM Fórum Brasil, Wilton Catelani, do Gerente do Projeto Construa Brasil, Paulo Alfredo Müller Filho e do Diretor do Centro de Excelência Contra a Fome e Representante do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas no Brasil, Daniel Balaban. A moderação ficou a cargo de Daltro de Deus Pereira, Conselheiro Federal.


Wilton Catelani, ao tratar dos processos BIM, mostrou que a digitalização da Indústria da Construção, além de gerar vários ganhos ao longo de todo ciclo de vida de um empreendimento, veio de encontro à necessidade real, causada pela Pandemia, de trabalhar a distância, conectados, trocando informações e mantendo a colaboração. Neste aspecto, as várias ferramentas e softwares disponíveis apoiaram o trabalho remoto de quem já utiliza o BIM e acenderam o interesse de quem estava preso aos velhos processos. O cenário mostrou também a necessidade de padronização da informação, de planejamento, da integração de ferramentas e da interoperabilidade, para ganhos efetivos. Confira todos estes aspectos com detalhes do processo BIM no vídeo https://youtu.be/_GkjJbPJPh4.


Fazendo um paralelo com a digitalização da Construção, Daniel Balaban, no contexto do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas no Brasil, explicou a importância da tecnologia para a coordenação de esforços e da logística para o atendimento das várias demandas mundiais de doação de alimentos e outros itens. Citou o Hub WFP Innovation Accelerator que fornece, apoia e dimensiona soluções tecnológicas de alto potencial que possam trabalhar a agricultura, a agronomia, os sistemas de alimentação, para ajudar a acabar com a fome no mundo de forma sustentável. Mais informações: https://innovation.wfp.org/.


Paulo Alfredo Müller, expôs sobre o projeto CONSTRUA BRASIL, estruturado em nove metas, cinco delas alinhadas com a estratégia BIM Brasil, com foco no aumento da produtividade e competitividade da construção civil. Complementando o exposto por Wilton Catelani, mostrou um estudo da ABDI que revela que a adoção do BIM traz um aumento de 10% na produtividade, uma redução de custo nas obras de 9,7%, redução de 20% de custo com insumos e ainda a perspectiva de crescimento do PIB do setor até 2028.


No debate, Wilton Catelani, refletindo sobre os conteúdos apresentados, enfatizou: “O caminho é a tecnologia, quanto mais estudo, mais enxergo como estamos atrasados e quanto os antigos processos geram desperdícios”.