Seminário Internacional ‘A Era BIM’


Créditos: Acervo Sinaenco


Nos dias 01 e 02 de dezembro de 2021, aconteceu a 4ª edição do Seminário Internacional: A Era BIM, organização do Sindicato da Arquitetura e da Engenharia – Sinaenco com o apoio do BIM Fórum Brasil e patrocínio da AltoQi, Autodesk, Graphisoft, Hexagon, SoftwareOne, ACCA Software, Amanco Wavin e Hilti.

Wilton Catelani, Presidente do BIM Fórum Brasil (BFB), participou do segundo dia, apresentando os avanços alcançados pela entidade e refletindo sobre onde gostariam de chegar:

“Com o Big BIM podemos criar e manipular dados usando um conjunto quase ilimitado de ferramentas em um processo sustentável que não está mais isolado de nada ou de ninguém. Como chegamos a isso? Precisamos nos unir, essa foi a principal motivação de criação do BIM Fórum Brasil. Com um pouco mais de um ano, o BFB já tem mais de 40 empresas associadas. E o importante é o que poderemos gerar a partir daí. Estamos com alguns trabalhos em andamento e vamos compartilhar seus avanços”.


Eduardo Toledo, Conselheiro Interino do BFB, coordenou o Painel ‘Cases BIM’ do primeiro dia, que contou com as apresentações de Fernanda Machado, Technical Sales Specialist e líder de sustentabilidade na Autodesk do Brasil, que trouxe o case da reforma do Museu Paulista, sua digitalização e do Parque da Independência, utilizando escaneamento a laser e drones, que possibilitou a preparação de um modelo georreferenciado que vai servir para reforma e manutenção do Museu; Giovanna Marquioretto, Especialista BIM na Hilti do Brasil, em coordenação de projetos BIM de Selagem Corta-Fogo e Suportes Modulares, falou sobre o serviço de suporte ao cliente, oferecido pela Hilti, para uso do BIM, eles têm biblioteca de produtos, fazem projetos e ajudam a especificar e trabalhar com processos BIM; Samuel Amâncio, Sócio - Proprietário da PRONTO ENGENHARIA, que apresentou um case sobre uso do BIM para projeto de loteamento; Raphael Edo, Associado Sr. e Líder do Núcleo de Suporte BIM da Königsberger Vannucchi, apresentou um case de como eles estão produzindo os modelos BIM para depois fazer a extração de quantitativos para orçamentação, a estratégia essencial é usar um código de classificação interno nos objetos. Segundo Eduardo Toledo, que coordena o GT de Objetos BIM da ABNT/CEE-134 “Comissão de Estudo Especial de Modelagem de Informação da Construção”, o grupo está especificando um parâmetro chamado “Código de especificação” que serve para isso, a estratégia citada por Raphael é a mesma que devem promover na Norma de Diretrizes para desenvolvimento de objetos BIM.


Créditos: Acervo Sinaenco


Sérgio Scheer, Vice-presidente do BFB, participou da mesa Temática ‘BIM - Ciclo de vida’, do segundo dia, junto aos painelistas: Sebastián Pérez, Engenheiro de soluções especialista em BIM da Hexagon PPM para a América do Sul, que apresentou como a empresa trabalha o Ciclo de Vida de um empreendimento; Alexandre Miranda, responsável pelas operações da ACCA Software, que trouxe as soluções tecnológicas para abranger o Ciclo e Rodrigo Koerich, responsável pelo portfólio de produtos e desenvolvimento de mercados na AltoQi, que refletiu sobre o que deve ser feito nas áreas de tecnologia, de pessoas e de processos nas diferentes fases do Ciclo de Vida. A mesa temática conduzida por Sergio trouxe a abordagem de como estas empresas estão buscando Construções mais sustentáveis, observando os aspectos da cultura ESG, pautadas em boas práticas ambientais, sociais e de governança.


Não perca os próximos eventos sobre Digitalização da Construção e BIM assinando nosso Radar semanal, no site: https://www.bimforum.org.br/